Avaliação da Segurança Contra Incêndio de Sistemas Construtivos

Antonio Fernando Berto

Resumo

Discute-se a abordagem da avaliação de desempenho, relativa à segurança contra incêndio, desde a análise do projeto do sistema construtivo, passando por questões associadas à definição de ensaios e corpos de prova, à análise de resultados obtidos nos ensaios e à avaliação de aspectos relativos ao projeto. O presente trabalho descreve a abordagem técnica utilizada na avaliação do desempenho de materiais e sistemas de proteção contra incêndio das edificações, com o objetivo de mostrar a importância da adoção integral dos requisitos e critérios estabelecidos nas normas e regulamentos de segurança contra incêndio.

Texto completo:

PDF

Número de visualizações: 86

Referências

AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS. ASTM E662: Standard Test Method for Specific Optical Density of Smoke Generated by Solid Materials. West Conshohocken, 2017.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10636: Paredes divisórias sem função estrutural - Determinação da resistência ao fogo. Rio de Janeiro, 1989.

______. NBR 13714: Sistemas de hidrantes e de mangotinhos para combate a incêndio. Rio de Janeiro, 2000.

______. NBR 5628: Componentes construtivos estruturais - Determinação da resistência ao fogo. Rio de Janeiro, 2001a.

______. NBR 9077: Saídas de emergência em edifícios. Rio de Janeiro, 2001b.

______. NBR 13434: Sinalização de segurança contra incêndio e pânico Parte 1: Princípios de projeto. Rio de Janeiro, 2004.

______. NBR 17240: Sistemas de detecção e alarme de incêndio – Projeto, instalação, comissionamento e manutenção de sistemas de detecção e alarme de incêndio – Requisitos. Rio de Janeiro, 2010.

______. NBR 15200: Projeto de estruturas de concreto em situação de incêndio. Rio de Janeiro, 2012.

______. NBR 8660: Revestimento de piso - Determinação da densidade crítica de fluxo de energia térmica - Método de ensaio. Rio de Janeiro. 2013a.

______. NBR 10898: Sistema de iluminação de emergência. Rio de Janeiro, 2013b.

______. NBR 12693: Sistemas de proteção por extintores de incêndio. Rio de Janeiro, 2013c.

______. NBR 14323: Projeto de estruturas de aço e de estruturas mistas de aço e concreto de

edifícios em situação de incêndio. Rio de Janeiro, 2013d.

______. NBR 15575-1: Edificações habitacionais – Desempenho Parte 1: Requisitos gerais. Rio de Janeiro. 2013e.

______. NBR 15575-2: Edificações habitacionais – Desempenho Parte 2: Requisitos para sistemas estruturais. Rio de Janeiro, 2013f.

______. NBR 15575-3: Edificações habitacionais – Desempenho Parte 3: Requisitos para sistemas de piso. Rio de Janeiro, 2013g.

______. NBR 15575-4: Edificações habitacionais – Desempenho Parte 4: Requisitos para os sistemas de vedações verticais internas e externas. Rio de Janeiro, 2013h.

______. NBR 15575-5: Edificações habitacionais — Desempenho Parte 5: Requisitos para os sistemas de cobertura. Rio de Janeiro, 2013i.

______. NBR 15575- 6: Edificações habitacionais — Desempenho Parte 6: Requisitos para os sistemas hidrossanitários. Rio de Janeiro, 2013j.

______. NBR ISO/IEC 17025: Requisitos gerais para a competência de laboratórios de ensaio e calibração. Rio de Janeiro. 2017.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 11925-2: Reaction to fire tests — Ignitability of products subjected to direct impingement of flame – Part 2: Single-flame source test.

Geneve, 2010.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.